terça-feira, 12 de junho de 2012

Erros e acertos no enxoval da minha baby!

Enxoval até os 4 meses:

Como toda mãe de primeira viagem, cometi alguns exageros na compra dos itens do enxoval.

ENFEITES:
Achei aquele livro do bebê da Anne Guedes bem interessante, pois vai do nascimento aos cinco anos do bebê. É bem legal e existem vários modelos.
Comprei 30 lembrancinhas para mulheres e 20 lembrancinhas para presentear meus amigos homens. Achei a quantidade suficiente.

Comprei um enfeite de porta simples, mas existem tantos modelos… O enfeite está  no quarto da minha boneca.

ROUPAS:
Não comprei nenhum pagão, pois não achei muito prático. Preferi usar bodies.

Por mais que tenha ouvido a minha gravidez inteira para não comprar muitas roupinhas tamanho RN, fui cabeça dura e comprei muitas. Conclusão: com 20 dias já tinha perdido quase tudo.

As roupinhas tamanho P também não duraram muito, com 50 dias já estava usando tamanho M, pois roupa de bebê não pode ser apertada de forma alguma.

Dessa forma, melhor investir em roupinhas tamnho P e M e comprar apenas algumas RN só para as primeiras semanas mesmo, mas isso varia muito de bebê para bebê.

Nos dois primeiros meses você não sairá muito com o bebê, pois ele ainda é muito delicado, então compre apenas algumas roupinhas enfeitadas para saída de maternidade, visitas ao pediatra e passeios à casa da vovô. Para ficar em casa prefira roupas confortáveis, pois o bebê passará a maior parte do tempo dormindo e precisará de roupas confortáveis e folgadas para que ele possa se movimentar com liberdade. Nada de deixar o bebe dormir com faixa na cabeça ou sapatinhos, deixe-os confortáveis.

Eu comprei várias tiaras e enfeites para o cabelo, mas minha pequena não tem muito cabelo e eu não gosto da idéia de nada apertando a cabeça dela. Assim, só uso enfeites quando vou passear e mesmo assim não deixo por muito tempo.

Ela já usa brinco, acabei furando a orelha com 40 dias, mas ela não sente incomodo algum, graças a Deus não inflamou.

Essas que estão no cabide eu ainda não perdi, pois são tamanho M ou tamanho P (modelagem grande), mas algumas ela mal chegará a usar, pois são roupas de calor, ou seja, comprem roupa de acordo com a estação do ano que o bebê irá nascer.


Comprei algumas luvas e toucas, mas quase não usei, pois minha pequena não gosta muito. Ao invés de touca, prefiro blusa com capuz.

Comprei alguns cobertores mais felpudos e mais duros que acabei usando para forrar a cama ou sofá para ela brincar.

FRALDAS:
Eu achava que as fraldas seriam a parte mais cara do enxoval, mas não é bem assim. O fato é que o bebê usará fralda por um bom tempo, mas por mês não sai assim tão caro.

Fralda também é algo que não devemos comprar muitas nos tamanho RN e XP (da pampers), pois existem bebês que crescem rápido e perdem até as de tamanho P muito rápido.
Abaixo (esquerda para direita), é uma comparação dos tamanhos de fraldas P (máxima absorção), XP e RN (da turma da Mônica) o RN da pampers não está na foto, mas é um pouco maior do o da turma da Mônica.

Comparação de fraldas

Quantidade de fraldas utilizadas por minha baby nos primeiros meses:
3 pacotes com 12 de RN
3 pacotes com 48 de XP
6 pacotes com 58 de P
Já comprei tamanho M, mas acho que só usarei com 3 meses.

Não compre as fraldas todas de uma só vez, vá comprando de acordo com o crescimento. 

Fraldas de pano são bem úteis, pois servem para colocar no ombro para apoiar o bebê, cobrir o trocador quando está frio, forrar no local em que o bebê vai brincar, etc…


HIGIÊNE:
Comprei talco e até agora não usei.
Banheira, principalmente para que faz cesariana, é bom que seja aquelas com suporte, pois a mamãe não precisa se abaixar. Além disso, essas com suporte tem o tampo acolchoado para ser usado como trocador.
Algodão preferi os aqueles em bolinhas.
Pomada anti-assadura, estou alternando bepantol com hipoglos com amêndoas. A hipoglos protege melhor, pois forma uma camada espessa (ruim de tirar). A bepantol não faz aquela meleca, mas some mais fácil.
Xampu e condicionador não são usados nos primeiros meses, mas eu já comprei. rsrsr 


BRINQUEDOS:
Nós não resistimos e acabamos comprando muitas coisas que eles só usarão quando estiverem bem maiores e ficam ocupando espaço por meses. Então, controlem-se. kkk

Sempre vejam se o brinquedo é realmente adequado para a faixa etária do seu filho, pois comprei chocalhos muito duros, que poderiam machucar a minha bebê e tive que deixá-los guardados.

Tapete de atividades, móbiles e chocalhos felpudos são bons brinquedos para essa idade.

Até os 3 meses o melhor brinquedo para o bebê é a mamãe e o papai. Façam caretas, cantem e conversem muito com seus filhotes


CARRINHOS E BEBÊ CONFORTO:
Testem os carrinhos antes de comprar, abram, fechem, levantem, faça tudo para ver se aquela é a melhor escolha, pois é um investimento alto e deve ser uma compra racional.

Se os pais possuírem carro, a compra do bebê conforto (cadeirinha para automóvel) é imprescindível, pois além da multa pela falta do objeto, a segurança do bebê é fundamental.

Acabei escolhendo um carrinho que já vinha com bebê conforto, mas não quis o moíses, pois preferi comprar um moíses de vime. Como moro em sobrado, o carrinho foi bastante utilizado para deixar o bebê na sala e cozinha, pois serve de berço.

O modelo que escolhi é o "duo living Andromeda" da "Chicco", pois foi o que achei mais prático e confortável para o bebê. Fecha guarda-chuva, a capota cobre bem o carrinho (tem várias regulagens, mas pode ser removida), o cesto embaixo é bem grande, o bebê pode ir virado para frente ou para a mãe (o bebê conforto só vai virado par a mãe), o assento reclina totalmente e é bem acolchoado. Não é tão barato, mas vale a pena.

Não gostei dos da "Quinny, não parecem confortáveis e não fecham guarda-chuva sem você tirar o assento,  mas como disse, é uma questão particular.

Achei uma ótima escolha, já fui à shoppings, mercados, e ele é muito prático. No começo não usei o assento, usava apenas o bebê conforto encaixado na estrutura, o que torna o transporte muito mais leve e prático.

Para deixar o bebê em casa é bom comprar um mosquiteiro.

MÓVEIS:
Tudo depende do espaço que temos para o bebê, mas num quarto médio achei que berço, guarda-roupas, bicama, cesto de roupas sujas e cômoda seriam as melhores escolhas. Acabei não comprando cadeira de amamentação e até agora não me fez falta, mas é claro que é mais confortável e melhor para a postura da mamãe.

Cada família sabe o que é realmente necessário para seu bebê, mas uma cômoda com trocador em cima é muito útil.

A bicama é boa na hipótese de alguém precisar dormir no quarto do bebê e poderá servir de cama para quando a criança estiver maior.

Quanto ao berço fique atentos às recomendações do INMETRO:
  • Ao comprar seu berço fique atento aos espaçamentos mínimos e máximos que a estrutura do berço deve ter. Atenção especial ao espaçamento da grade lateral, que deverá ter, no máximo, 6,5cm e ao espaçamento entre o estrado e as laterais, que deverá ser de, no máximo, 2,5cm;
  • Se a embalagem do berço não apresentar as informações mínimas exigidas na norma, há grande probabilidade do fabricante não segui-la. Compre berços que contenham as informações exigidas, e apresentem manual de instruções com telefone de contato, para o caso de dúvidas;

COMPRAS ERRADAS:
Como pesquisei bastante, quase não comprei coisas erradas, mas comprei alguns brinquedos que só usarei depois e algumas roupas de verão que não sei se chegarei a usar.
Não usei aquecedor de mamadeira.
Não usei talco.


4 comentários:

  1. Olá, Priscila!
    Ameiiii teu blog. Essas coisinhas de bebê me dao vontade de ter um filho. Parabéns!!! Estou seguindo.
    Esses quartos são belíssimos!!!

    Espero que possas visitar o meu blog também. Ficarei muito feliz em te ver por lá!

    Bjssss

    Sucesso sempre!

    Bruxinha Chic
    http://bruxinha-chic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vc gostou! Ter um baby é uma delícia!
      Visitei seu blog sim.
      Bjs

      Excluir
  2. Olá! Fiz uma busca no google e me deparei com suas dicas =)
    Estou sendo mãe de primeira viagem e apesar da minha mãe e avó falarem o dia todo para não comprar muita coisa em tamanhos pequenos, acho interessante buscar outras opiniões.

    Adorei suas dicas! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou! Eu fiz esse post para me lembrar desses detalhes quando engravidar novamente. rsrs
      Achei legal compartilhar um pouco da minha percepção, pois são dicas úteis.
      Beijos e qualquer dúvida é só perguntar.

      Excluir